sábado, 31 de julho de 2010

Esmalte 15 dias!!!




Esmalte que dura 15 dias e que seca na mesma hora em que é aplicado!

Ótimos para as mulheres que precisam ganhar tempo no dia-a-dia e que gostam de ter as unhas sempre lindas!


Quem não sonhou em ficar duas semaninhas sem se preocupar em ir à manicure para arrumar as unhas? Isso já é possível com a inovação da Shellac (marca americana do esmalte), já disponível no Brasil com o nome de Hybrid Nail Color.
O esmalte é tão bom que garante uma durabilidade de 12 a 15 dias sem retoques, sem lascas e sem qualquer outro tipo de incomodo que qualquer esmalte comum deixa nas unhas depois de um tempinho da aplicação.
Os esmaltes Shellac são os únicos que proporcionam durabilidade sem perda do brilho e acabamento do esmalte.
Além da longa duração, estes esmaltes possuem secagem rápida. Ou seja, logo depois das unhas prontas elas já podem ser utilizadas normalmente, nada de ficar esperando aqueles 10 minutinhos de secagem após a aplicação.


Mas o que garante toda essa durabilidade do esmalte?


-Primeiramente, o Shellac é feito à base de gel e resina, bem diferente da composição dos esmaltes comuns. A maneira como ele é aplicado também ajuda a definir a durabilidade do produto. O diferencial está no kit específico. Base, esmalte e finalizador são todos Shellac.


Como o produto é novidade, ainda não existem marcas no Brasil que façam esse tipo de técnica, tendo que ser importada. Por isso mesmo o preço de cada aplicação fica meio salgado, em torno de R$ 100,00.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

ESPECTACULAR !!! - Voo 1549 em 3D


UM AVIÃO AMERICANO DESCEU NO RIO HUDSON, ANO PASSADO. TODOS SE LEMBRAM.
POIS BEM. FOI CRIADA UMA SIMULAÇÃO QUE A TECNOLOGIA PERMITE, COM OS DADOS REGISTADOS NAS CAIXAS NEGRAS DO AVIÃO E NAS GRAVAÇÕES DA TORRE.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Oceano de plástico!


Um oceano de plástico



Caixadaço - Lixo.JPG
Praia de Caixadaço - Ilha Grande / RJ
Caixadaço - Lixo.JPG (525.13 KiB) Visualizado 1619 vezes
Durabilidade, estabilidade e resistência a desintegração.
As propriedades que fazem do plástico um dos produtos com maiores aplicações e utilidades ao consumidor final, também o tornam um dos maiores vilões ambientais.
São produzidos anualmente cerca de 100 milhões de toneladas de plástico e cerca de 10% deste total acabam nos oceanos, sendo que 80% desta fração vêm de terra firme.


Vortex de lixo 1.jpg
Foto do vórtex de lixo
Vortex de lixo 1.jpg (49.53 KiB) Visualizado 1594 vezes

No oceano pacífico há uma enorme camada flutuante de plástico, que já é considerada a maior concentração de lixo do mundo, com cerca de 1000 km de extensão, vai da costa da Califórnia, atravessa o Havaí e chega a meio caminho do Japão e atinge uma profundidade de mais ou menos 10 metros. Acredita-se que haja neste vórtex de lixo cerca de 100 milhões de toneladas de plásticos de todos os tipos.
Pedaços de redes, garrafas, tampas, bolas, bonecas, teclados de microcomputadores, tênis, isqueiros, sacolas plásticas, caiaques, malas e todo exemplar possível de ser feito com plástico. Segundo seus descobridores, a mancha de lixo, ou sopa plástica tem quase duas vezes o tamanho dos Estados Unidos.


Vortex de lixo 2.jpg
Oceano Plástico
Vortex de lixo 2.jpg (73.98 KiB) Visualizado 1567 vezes

O oceanógrafo Curtis Ebbesmeyer, que pesquisa esta mancha há 15 anos compara este vórtex a uma entidade viva, um grande animal se movimentando livremente pelo pacifico. E quando passa perto do continente, você tem praias cobertas de lixo plástico de ponta a ponta.


Tartaruga vitima.jpg
Tartaruga deformada por aro plástico
Tartaruga vitima.jpg (7.07 KiB) Visualizado 1545 vezes

A bolha plástica atualmente está em duas grandes áreas ligadas por uma parte estreita. Referem-se a elas como bolha oriental e bolha ocidental. Um marinheiro que navegou pela área no final dos anos 90 disse que ficou atordoado com a visão do oceano de lixo plástico a sua frente. 'Como foi possível fazermos isso?' - 'Naveguei por mais de uma semana sobre todo esse lixo'.
Pesquisadores alertam para o fato de que toda peça plástica que foi manufaturada desde que descobrimos este material, e que não foram recicladas, ainda estão em algum lugar. E ainda há o problema das partículas decompostas deste plástico. Segundo dados de Curtis Ebbesmeyer, em algumas áreas do oceano pacífico podem se encontrar uma concentração de polímeros de até seis vezes mais do que o fitoplâncton, base da cadeia alimentar marinha.


passaro vitima 1.jpg
Todas as peças plásticas à direita foram tiradas do estômago desta ave
passaro vitima 1.jpg (49.63 KiB) Visualizado 1524 vezes

Segundo o programa das nações unidas para o meio ambiente (PNUMA), este plástico é responsável pela morte de mais de um milhão de aves marinha todos os anos. Sem contar toda a outra fauna que vive nesta área, como tartarugas marinhas, tubarões, corais e centenas de espécies de peixes.


Passaro vitima 2.jpg
Ave morta com o estômago cheio de pedaços de plástico
Passaro vitima 2.jpg (100.82 KiB) Visualizado 1512 vezes

E para piorar essa sopa plástica pode funcionar como uma esponja, que concentraria todo tipo de poluentes persistentes, ou seja, qualquer animal que se alimentar nestas regiões estará ingerindo altos índices de venenos, que podem ser introduzidos, através da pesca, na cadeia alimentar humana, fechando-se o ciclo, na mais pura verdade de que o que fazemos à terra retorna à nós, seres humanos.


Ver essas coisas sempre servem para que nós repensemos nossos valores e principalmente, nosso papel frente ao meio ambiente, ou o ambiente em que vivemos.
Antes de Reciclar, reduza seu lixo, ensine, troque informações como essa, una-se a pessoas, entidades que se preocupam com o problema!

Vamos esperar mais o quê?

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Tempo!

De Tempo Ao Tempo

Tudo tem seu tempo.
Todas as coisas têm o seu tempo.
Há um tempo de nascer e um tempo de morrer.
Há um tempo de plantar.
Há um tempo de se arrancar o que se plantou.
Há tempo de matar e tempo de sarar.
Há tempo de destruir e tempo de edificar.
Há tempo de chorar e tempo de rir.
Há tempo de se afligir e tempo de dançar.
Há tempo de espalhar pedras e tempo de as ajuntar.
Há tempo de dar abraços e tempo de se afastar deles.
Há tempo de adquirir e tempo de perder.
Há tempo de calar e tempo de falar.
Há tempo de amor e tempo de ódio.
Há tempo de guerra e tempo de paz.
Reconheço que não há nada melhor do que alegrar-se e fazer o bem enquanto me resta a vida, pois elaé um dom de Deus.
E devo vivê-la da melhor forma possível.